Stella Artois - Sem Glúten

Sem glúten

Puro malte Puro equilíbrio

A Stella
de sempre,
agora
sem glúten.

Os ingredientes de Stella Artois Sem Glúten são os mesmos da versão regular: água, malte e lúpulo nobre, mantendo o sabor e a qualidade da puro malte belga que você já conhece e aprecia.

Onde encontrar

Saiba mais
sobre o glúten

  1. O que é glúten?

    Glúten é um complexo formado pela combinação de dois grupos de proteínas: a gliadina e a glutenina, encontradas dentro de grãos de trigo e grãos relacionados como cevada, centeio e aveia; ele é encontrado mais precisamente no endosperma, que é a reserva nutritiva do embrião da planta.

  2. O glúten é prejudicial à saúde? Quais são as doenças que podem ser relacionadas ao consumo dessa substância?

    Por ser uma proteína com alto potencial inflamatório, o ideal é que ela seja consumida moderadamente, sendo essa quantidade avaliada de forma individual. Devido a esse potencial inflamatório, o glúten está associado ao aparecimento de doenças crônicas não transmissíveis inflamatórias.

    Logo, é possível dizer que o consumo excessivo do glúten por muitos anos e de forma repetitiva pode, sim, acarretar prejuízos à saúde. Sem dúvidas a doença celíaca é a mais relacionada ao consumo de glúten, sendo necessária a exclusão desta substância da alimentação em suas mínimas quantidades.

  3. Quais são os sintomas de quem tem algum tipo de rejeição ao glúten?

    É importante destacar que os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, de acordo com o nível de intolerância de cada um.

    Entretanto, entre os sintomas observados em indivíduos intolerantes ou com hipersensibilidade ao glúten estão:

    • Excesso de gases e distensão abdominal após a ingestão de alimentos contendo glúten

    • Alternância de períodos de diarreia e constipação

    • Tonturas ou cansaço excessivo após as refeições

    • Irritabilidade fácil

    • Funcionamento da tireoide prejudicado

    • Redução da cognição com piora de memória, atenção e foco

    • Dermatite

    • Enxaquecas, déficit de atenção, piora dos sintomas de Alzheimer, autismo

    • Manchas vermelhas na pele que podem coçar

    • Cólicas e/ou TPM exacerbadas

  4. Qual a diferença entre intolerância a glúten, alergia a glúten e doença celíaca?

    • Doença celíaca: a doença celíaca é uma doença auto imune, onde a presença do glúten gera destruição intestinal (causa danos à parede do intestino e atrofia nas vilosidades intestinais, dobras do intestino responsáveis por aumentar a superfície de absorção dos nutrientes como vitaminas lipossolúveis, ferro, vitamina B12 e ácido fólico) e cursa com sintomas intestinais e extra intestinais. É uma das causas mais comuns de má absorção em todo o mundo. Os celíacos podem desenvolver diversas características clínicas, incluindo anemia, fadiga, perda de peso, diarreia, dor abdominal, inchaço, osteoporose e depressão, sempre com uma suscetibilidade genética envolvida. É uma doença comumente vista em associação com manifestações extra intestinais, como lesões cutâneas e sintomas neurológicos. Devido ao amplo espectro de suas apresentações, o diagnóstico pode não ser tão óbvio ou fácil. Quando houver suspeita de doença celíaca, testes sorológicos para triagem e biópsias duodenais subsequentes são necessários para confirmar o diagnóstico. Por ser uma intolerância permanente, é preciso excluir o glúten radicalmente da alimentação, dos cosméticos e do ambiente que se vive.

    • Alergia: Alergia é uma reação exagerada, podendo ser imediata ou de curto prazo. Na alergia ao trigo, o organismo age como se o alimento fosse um agente agressor e recruta células de defesa do tipo IgE responsável por reações imediatas e comuns como náuseas, vômitos, dor de cabeça, diarreia, manchas na pele, podendo chegar a um choque anafilático.

    • Intolerância: Também conhecida como sensibilidade ao glúten não-celíaca, a intolerância é a incapacidade ou dificuldade do organismo em digerir o glúten. O diagnóstico é feito após serem excluídas as possibilidades de doença celíaca e de alergia ao trigo. São realizados exames de fezes, urina, teste sorológico e biópsia intestinal. A intolerância ao glúten ocorre em decorrência à exposição frequente a trigo, aveia, malte, cevada e centeio. Nesta condição, a proteína se aloja na parede do intestino e pode provocar sintomas intestinais e extra intestinais, mas não são reações imediatas como ocorre na alergia.

  5. O que significa uma dieta gluten free?

    Uma dieta onde é feita a exclusão proposital de alimentos que contenham glúten por tempo determinado ou indeterminado.

  6. Para quem é indicada uma dieta com redução de glúten?

    Sem dúvida nenhuma, a exclusão dessa proteína deve ser adotada por pessoas portadoras de doença celíaca ou alérgicas ao glúten. As desordens modernas são provocadas por inflamações a nível das nossas células – alimentos que consumimos de maneira muito repetitiva todos os dias e por muitos anos podem desencadear esta inflamação e, portanto, contribuem com os sintomas e com a desordem. Existem algumas patologias, tais como doenças auto imunes – entre elas tireoidite de Hashimoto, lúpus e artrite reumatoide – que são moduladas e controladas a partir da exclusão deste alimento, porém essa exclusão deve ser feita com acompanhamento nutricional e médico.

  7. Quais os benefícios de se ingerir menos glúten?

    Uma alimentação mais restrita em glúten pode favorecer o processo digestivo, otimizando a absorção de nutrientes e melhorando a constipação, uma vez que reduz o processo inflamatório causado pelo seu consumo. Outros benefícios são a melhoria de quadros de dermatites, enxaquecas, dores articulares, insônia, TPM, compulsão alimentar, rinites, sinusites, insônia, depressão, memoria, concentração, diarreias e má digestão, por exemplo, em indivíduos com sensibilidade e/ou doença celíaca.

  8. Alimentos ou bebidas gluten free/sem glúten são mais saudáveis?

    Depende do tipo de avaliação que você está fazendo. A retirada do glúten por si só não torna nenhum alimento mais ou menos saudável.

  9. Intolerantes a glúten podem tomar cerveja? E celíacos?

    De acordo com o CODEX ALIMENTARIUS, produtos com quantidade inferior a 20ppm de glúten podem ser considerados aptos para a maioria dos portadores de doença celíaca e intolerantes ao glúten.

  10. Cerveja sem glúten é confiável?

    Sim, desde que seja produzida de acordo com a legislação vigente, com maquinários específicos para que não haja risco de contaminação cruzada.

Perguntas
frequentes

CELÍACOS PODEM CONSUMIR?

Os testes indicam que Stella Artois Sem Glúten se enquadra em valores que podem ser considerados como um produto que não contém glúten, de acordo com a legislação vigente. Ainda assim, sabemos que a doença celíaca e demais restrições alimentares demandam cuidados específicos, portanto consumidores celíacos ou alérgicos a glúten devem consultar seus médicos para garantir que possam consumir a cerveja em segurança.

NO QUE ELA É DIFERENTE DA STELLA ARTOIS NORMAL?

Não há nenhuma diferença entre a Stella Artois Sem Glúten e a Stella Artois tradicional, exceto pela presença de glúten.

O QUE É STELLA ARTOIS SEM GLÚTEN?

Stella Artois Sem Glúten é uma versão sem glúten de Stella Artois com os mesmos ingredientes da tradicional.
É ideal para os consumidores que buscam opções de alimentação sem ou com teor reduzido de glúten.

QUAIS OS TESTES APLICADOS PARA GARANTIR QUE ELA É LIVRE DE GLÚTEN/SEM GLÚTEN?

O teste aplicado e realizado em cada produção de Stella Sem Glúten é o método ELISA, reconhecido internacionalmente como metodologia segura para detecção de glúten.

QUAL A RECEITA DELA PARA SER DE BAIXO TEOR DE GLÚTEN?

Stella Sem Glúten conta com os mesmos ingredientes de Stella Artois: água, malte e lúpulo. O que fizemos foi aplicar uma tecnologia no processo de produção da cerveja, que permitiu preservarmos a mesma receita e o mesmo sabor.

QUAL O VALOR DA STELLA ARTOIS SEM GLÚTEN?

O valor da cerveja varia de acordo com cada ponto de venda.

QUE TECNOLOGIA É ESSA?

Essa tecnologia inclui o uso de um componente regulamentado internacionalmente que “quebra” as proteínas do glúten presentes na bebida sem afetar o sabor ou qualquer característica sensorial da cerveja. É a mesma tecnologia que utilizamos para a produção de Stella Artois na Inglaterra e Canadá, mercados onde Stella Artois já oferece a bebida livre de glúten há algum tempo.

SE ELAS SÃO IGUAIS, POR QUE NÃO FAZER ESSA ALTERAÇÃO PARA TODO O PORTFÓLIO?

Stella Artois Sem Glúten é um complemento ao portfólio da Stella Artois no Brasil, como uma opção para consumidores que buscam uma cerveja premium sem glúten.

SENDO SEM GLÚTEN/LIVRE DE GLÚTEN, QUANTO DESSE ELEMENTO ELA TRAZ EM SUA RECEITA?

O teste de detecção de glúten realizado pela Ambev consegue atestar com segurança que o teor de glúten é inferior a 20 ppm (partes por milhão).

Stella Artois Sem Glúten é uma versão sem glúten de Stella Artois com os mesmos ingredientes da tradicional. É ideal para os consumidores que buscam opções de alimentação sem ou com teor reduzido de glúten.

A regulamentação para caracterizar um produto como sem glúten difere de acordo com cada país. Embora o baixo teor de glúten de Stella Artois Low Gluten pudesse ser rotulado como gluten free em outros países, não havia regulamentação específica no Brasil quanto aos limites de detecção de glúten em produtos que permitissem sua classificação como sem glúten.

STELLA ARTOIS SEM GLÚTEN JÁ EXISTE EM OUTROS PAÍSES?

Sim – desde 2018 é possível encontrar Stella Sem Glúten na Inglaterra e no Canadá, no mesmo formato que Stella Artois lança agora no Brasil.

Termos de uso

SAC

Telefone: 0800 725 0013
E-mail: sac@stella.com

Horário de funcionamento:
Das 8 às 20h, de segunda a sábado, exceto feriados nacionais.

Tempo de resposta de atendimento:
no máximo 7 dias.

Consumo
responsável

Política de privacidade

Para encontrar o ponto de venda mais próximo da nova Stella Artois Sem Glúten, é só inserir seu CEP.

Você também pode comprar online pelo Empório da Cerveja.

Comprar agora

Regulamento de votação

Newsletter

Receba nossas novidades diretamente
em seu e-mail.

Este site é protegido pelo reCAPTCHA e se aplicam a Política de Privacidade e os Termos de Uso do Google.